segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Quimera ♥ ~


Eu queria ser como o vento
Pra poder tocar o teu rosto


Eu queria ser como um pássaro
Pra provar, do teu beijo, o gosto


Eu queria ser como a chuva
E lavar de você o desgosto.


Eu queria te ter por perto
Para te fazer feliz
Eu queria saber ao certo
Se você é tudo o que eu sempre quis.


Eu queria ter o poder
De fugir deste teu olhar
Que me domina, não sei o porquê
Mas ainda hei de decifrar.


Mas o que eu mais queria
Era do destino, uma chance
Para que ao menos por um dia
Eu o tivesse ao meu alcance.

4 comentários:

Nathi disse...

Que lindo, xará! *-*
Adorei, muito gostoso de ler!

Beijo! ;*

Adolfo Payés disse...

Belleza de poema.. un gusto inmenso leerte

Un abrazo
Saludos fraternos..

Barbara C disse...

Nati ,tão profundo
parece que este amor me atingiu rs.
Ah os amores e desamores.


bjos

Diu Mota disse...

Amores impossíveis que quando possíveis, perdem o encanto. Será? Acontece. Basta o amor...

Muito legal o espaço, redatora lírica. Publicitárias e bipolares..rss
inté

Postar um comentário