sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

ESCOLHAS


Decidi ser prisioneira
do calor de teus abraços
e nunca mais quero fugir.

Decidi passar a vida inteira
só seguindo os seus passos
sem saber aonde ir.

Decidi ser a refém 
do teu coração [meu cativeiro]
e não vou pagar fiança.

Decidi não ter mais ninguém,
porque você foi o primeiro
a me mostrar a esperança.

Decidi ter o sabor
de todos os seus beijos
que não tem comparação...

Decidi que teu amor
é o que eu mais desejo
e essa é minha decisão!

4 comentários:

Naty disse...

Que decisão!

Quero decidir amar assim.
Amar um desconhecido que estou conhecendo.
Amar um alguém que pode ser meu tudo.

Quero decidir amar, mas será mesmo que consigo?
Estou mais pra indecisão rsrsrs.

Beijos.

LIVIA disse...

Essa é uma das decisões mais difíceis. É literalmente uma jaula e só quem tem a chave pode nos libertar.. se quisermos.

Obrigada pela sua visita lá na Mera, fiquei beeem feliz! E pelo elogio tb hehe

Grande beijo.

Fê Colcerniani Justo disse...

Aiii, como é bom ser prisioneiro nso braços de quem amamos..
Lindo lindo
Bjs

Natalya Nunes disse...

Naty, acho que também sou muito indecisa... queria ter pelo menos a metade da coragem desse meu Eu-lírico..rs

----

Lívia, que prazer enorme em recebê-la! :D
Quando a gente ama de verdade, tudo o que NÃO queremos é a liberdade...
como a Fê disse, é maravilhoso estar aprisionado nos braços de quem amamos.

Postar um comentário