quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

APENAS UMA CARTA


Todas as noites quando me deito, não durmo...Prefiro passar a madrugada revirando na cama, sonhando acordada e imaginando estar contigo. Você sabe que desde sempre, foi meu melhor amigo. E, com o passar dos anos isso amadureceu...cresceu, se tornou amor, em sua plenitude. Aquele amor de novela, que faz acreditar que a espera valeu a pena. Protagonizamos as mais belas cenas de amor, paixão, felicidade... Mas, a luz do dia me traz o frio, e sofro tanto com essa saudade. Não cabe no peito, escorre pelos olhos e tocam o chão... E ao anoitecer, é tudo tão perfeito que não pode ser ilusão. Mas, o que posso fazer se o mundo não me deixa acreditar? O que posso fazer se meus sonhos foram arrancados de mim...Simples, como tirar doce de criança... Mesmo assim, me resta ainda a esperança de que um dia você exista e eu possa te ver, tão perfeito quanto em meus sonhos... E deixarei, enfim, meu livro de contos de fadas na estante e, viveremos todos aqueles instantes mágicos que eu sempre declarei a ti e a todos que quisessem saber... Inventaremos um ‘Felizes para sempre’ que não tenha fim...existirá só pra você e para mim...  
°o.OO.o°°o.OO.o°°o.OO.o°°o.OO.o°°o.OO.o°°o.OO.o°°o.OO.o°°o.OO.o  
Por favor, não demore para sair desse nosso universo paralelo! Mas, se demorar, eu te espero...  
•·.·´¯`·.·••·.·´¯`·.·•


3 comentários:

Gordinha disse...

"Se ela me deixou com a dor, é minha só, não é de mais ninguém"

Seus poemas ultimamente me lembra músicas, belo!

Bj da gordinha!
=D

Adolfo Payés disse...

Todo un placer leerte.. Excelente Poema..
Te dejo un beso con mucho cariño.


Te dejo mis mejores vibraciones de paz y amor para estas fiestas..

Es un placer leerte..
Suerte en todo..

Un abrazo
Saludos fraternos..

Natalya Nunes disse...

às vezes me dá até vergonha deste meu romantismo exacerbado escondido atrás do meu jeito maloqueira de ser..Haha

Obrigada pelos comentários.

Postar um comentário